PARTICIPANTES

 

1 - Eugénio de Sá
2 - Ary Mendes Franco
3 - Luiz Poeta
4 - Clara da Costa
5 - Laura Paola
6 - Odir Milanez
7 - AugustaBS
8 - Humberto Rodrigues Neto
9 - Maria Tomasia
10 - António Barroso (Tiago)
11 - Wilson de Oliveira Carvalho (Wil)
12 - Cida Valadares
13 - Jandyra Adami
14 - Naidaterra
15 - Carolina Ramos
16 - Maria Luiza Bonini
17 - José Ernesto Ferraresso
18 - Vera Pessoa
19 - Neide de Oliveira
20 - Efigênia Coutinho
21 - Paulo Silveira Ávila
22 - J.J. Oliveira Gonçalves
23 - José Hamilton da Costa Brito
24 - Regina Coeli
25 - Cássia Vicente
26 - Eda Carneiro - Poeta Amor
27 - Nidia Vargas Potsch
28 - Virgílio Roque
29 - Rita Rocha
30 - Dioni Fernandes Virtuoso
31 - ZZCouto
32 - Sueli do Espírito Santo

 

 

 

SEM VOCÊ...

Eugénio de Sá

Formulo em vago lamento
Uma pergunta: porquê?
Lá fora só se ouve o vento
E é triste o passar do tempo
Porque o passo... sem você!

Então a saudade é tanta
Sinto um nó, um não sei quê
E um aperto na garganta
Que me faz pedir à Santa
Que eu não fique... sem você!

A devoção com que o faço
Com amor, fervor e fé
Deve chegar-lhe aos ouvidos
Porque ouço em sons esbatidos
Os passinhos... de você!

 

 

 

SEM VOCÊ

Ary Franco (O Poeta Descalço)

SEM VOCÊ sou noite sem luar.
Pálido arco-íris incolor.
Um palhaço triste a chorar.
Jardim sem uma única flor.

Cego sem bengala nem guia.
Cão desprezado, sem dono.
Noites escuras, obscuros dias.
Carente vivendo no abandono.

Criança sem berço e carinho.
Filhotinho caído do ninho.
Pássaro com asa quebrada.
Uma linda canção inacabada.

COM VOCÊ tenho estrelas a brilhar
Em noites quentes e enluaradas.
Agora e sempre, minha eterna namorada,
Sou seu dependente, viciado em lhe amar!

 

 

 

SEM DESPEDIDA

Luiz Poeta -Luiz Gilberto de Barros –
ao meio-dia e quinze minutos do dia 19 de março de 2012 do Rio de janeiro

Da tua porta, eu nem notei que tu me vias,
Tu percebias meus mais simples movimentos
E eu misturando, sem querer, meus sentimentos
Às mais sublimes emoções que tu sentias.

As utopias que me dei, foram no vento
E desmaiaram no sonho que te envolvia,
Tu misturavas teu amor com a fantasia
De que meus sonhos fossem teus por um momento.

A tua porta se abriu e embevecido,
O meu olhar pousou no teu tão comovido,
Que quando enfim fechei meus olhos para a vida,

Na tua vida me encontrei... e um coração
Abriu as portas para a vinda da emoção
E a minha dor sumiu... no amor...sem despedida.

 

 

 

SEM VOCÊ

Clara da Costa

O sono não vem, o amor vem,
como aquela borboleta que brinca com o tempo
passeia com a solidão,
nos braços do vento.

Por entre sombras e sentimentos vagos,
a saudade se entrelaça com a fantasia,
rodopia entre dias sem riso,
e nas palavras que flutuam nas linhas da poesia.


...E assim, vou vivendo sem você
embriagada pelo teu sorriso, iluminando meu olhar,
que traz o calor do deserto
que se perde melancolicamente nas águas do mar.

 

 

 

SEM VOCÊ...

Laura Paola

Sem você minha alma fica perdida
Sem o teu corpo e o teu ser
Arrasaria o meu sonho majestoso
Que meu coração almejou ter.

Sem você não tenho alegria e prazer!
Você é o amor e a dádiva
É a alegria e a razão
Juntas a acontecer!

Você é a riqueza e a beleza
É tudo que falta para completar
Todo desejo de felicidade
Camuflado ao agravamento de minha tristeza.

 

 

 

NÃO ME SEI SEM VOCÊ

Odir Milanez

Já não sei ser mais eu sem sua vida,
nem mais me sinto inteiro no que faço.
Quando tento me ter, vem-me, em seguida,
a certeza que em mim falta um pedaço...

Morfose ou mutação desconhecida,
receio impertinente de um fracasso,
ou, quem sabe, a esperança não vivida
de ser abraço e beijo em seu abraço...

Meus passos seguem os seus a cada passo.
Bebo você num copo de bebida,
só pra sermos nós dois no mesmo espaço.

Previvendo paixão tão desmedida,
dos meus fanais entendo o descompasso:
já não sei mais ser eu sem sua vida!...

JPessoa/PB
26.11.2013
oklima

 

 

SEM VOCÊ

AugustaBS

Meus dias ficam sem vida,
sem graça, fico fora de mim.
Preciso da tu presença,
me embaralho nas horas...
Os dias parecem não ter fim.

Nada tem sentido.
Não sinto teu cheiro,
me enrolo na cama,
quero tua presença ..
Ao meu lado ,um solitário travesseiro.

O telefone toca ,penso que és tu
Confundo a voz , te chamo de amor.
Do outro lado da linha, um simples engano
Mais solitária me sinto
amargando a dor deste amor.

 

 

 

SEM TI

Humberto Rodrigues Neto

Não sabes quanta amargura
a ausência da tua ternura
tem causado ao meu viver...

Não sabes deste tormento,
não sabes do sofrimento
que causaste no meu ser...

Do quanto eu te amo e te amei
não te importa saber disto,
e do quanto me dói isto,
tu não sabes... mas eu sei!

 

 

 

 SEM VOCÊ

Maria Tomasia

Sem você sou pássaro sem ninho
voando sem rumo, sem destino,
à procura de um lugar que seja seguro
onde possa viver um tranquilo futuro.

Sou aquele que esqueceu como canta
cujo canto está preso na garganta
e de lá não dá para sair,
pois nem o bico consegue abrir.

Quando se aproxima a noite escura,
meto-me onde encontro uma abertura
para descansar da lida do dia
sem ninguém para me fazer companhia.

É triste, mas nada posso fazer
a não ser continuar a assim viver.
Tudo é sem graça, até o verde das matas;
porém ainda ouço o som das cascatas.

 

 

 

SEM VOCÊ

António Barroso (Tiago)

Sem você, eu nada sou,
Fico à míngua de carinho,
Sou um sonho que findou,
Uma ave que não voou
Por nunca sair do ninho.

Sem você, a dor sentida
É maleita, sem ter cura,
Que me faz andar, na vida,
Como uma causa perdida
Entre choros de amargura.

Sem você, penso, em surdina,
Que o meu desespero também
É fado que não termina,
É a minha triste sina,
Sem você, eu sou ninguém.

Parede – Portugal (27/11/2013)

 

 

 

SEM VOCÊ

Wilson de Oliveira Carvalho (Wil)

Já nada caminha como dantes,
os ponteiros do relógio recusam
marcar as horas, também para
que se estou sem você?

O meu sorriso foi embora junto
com a esperança, e agora ser feliz
para que se até o nosso castelo foi
deitado por terra depois que fiquei sem você.

A nossa canção preferida depois que
fiquei sem você querida não é mais executada,
assim não há mais aquela sonoridade
que sempre acalentou o nosso sentimento.

Sem você para que viver, para que esperar
por coisas boas se sei que nada vai
acontecer se sei que a vida inteira
vou ter que fazer de tudo para não chorar.

Esperar por uma nova manhã para que?
As minhas noites como os dias vou viver
com os olhos cravados na penumbra,
fatigado por esperar, mas por quem
se já sei que estou sem você?

 

 

 

SEM TI

Cida Valadares

Sem ti, amor, não há felicidade,
o que me inunda é a saudade
Saudade que sinto de ti.
Quero teu riso brejeiro,
quero sentir o teu cheiro...
Tuas mãos no meu cabelo,
deliciosas, procurando meu rosto
contornar.
Quero que aches-me a boca
e colada em teus braços,
Quero tanto te beijar.
Quero um bailado de línguas,
tua saliva engolir...
Teu gosto todo sentir..
Quero entre murmúrios ternos
dizer: Te amo! Te quero!
E quero me arrepiar.
Quero desmaiar meu desejo
e, ao mínimo ensejo,
em nossa cama estar...
Quero explorar o teu corpo,
como se explora o caminho
Que se quer encontrar.
E o mesmo quero de ti...
Mas para isso, meu amor,
não demores...
volta logo.
NÃO POSSO FICAR SEM TI!

 

 

 

ESPERANDO VOCÊ...

Jandyra Adami

Hoje a nostalgia acordou comigo
E estou muito saudosa de você
Por onde andará o meu amor,
aquele que sempre morou em meu coração
e de lá jamais sairá?
Eu queria que estivesse ao meu lado
para juntos recordarmos o passado.
Aqueles momentos de felicidade
quando eu e você éramos NÓS
Queria adormecer em seus braços
depois de matar o meu desejo
de rolar com você pela grama...
Aquela grama verdinha onde me fiz mulher
e você me disse palavras tão lindas
que jamais poderei esquecer.
Vamos amar sem pensar em nada
pois na verdade, à nossa volta,
nada existe quando estamos juntos.
Você será totalmente meu
e eu serei sua até onde e quando quiser.
Vamos ser felizes novamente
esquecendo o tempo em que estivemos separados
por montanhas, rios e florestas.
Tudo voltará a ser como antigamente...
Não vamos economizar amor.
Vamos gastar toda energia
e, a cada noite que passar
vamos nos sentir mais fortes e revigorados
pois nossos encontros serão alimento para o corpo e alma
Volta amor...Vem ficar comigo...
Meu corpo quer você e só assim
poderei voltar a viver...

Jandyra- 29- outubro-2.001

 

 

 

SEM VOCÊ

Naidaterra

Sou uma inquieta flor
que clama ser arrancada
por um vendaval...
Sonho perder as pétalas,
criar asas e te procurar pelo céu...
Enquanto espero a ira do vento,
delicado diadema teço e bordo
nossa história e, vou relembrando

cada sorriso... cada passo...
Não vivo, sobrevivo...
Ah! essas amarras que me seguram
ao chão... latentes...
Não sei como ainda consigo conter
essa vontade prestes a explodir
dentro de mim, então, eu teço
delicado diadema, tentando entender,
eu sem você...

 

 

 

E PARTISTE...

Carolina Ramos

Partiste, amor... partiste, e a dor aceito.
Dor possessiva, que minha alma invade!
Dor que vivia oculta no meu peito,
a antecipar as farpas da saudade...

As rosas que enfeitavam o teu leito,
esqueceram comigo, sem maldade,
espinhos que eram teus e neles deito
minha angústia, nas noites de ansiedade.

Partiste, quando a vida era teu sonho!
Minha alma foi contigo, a despedida
corações não separa... é o que suponho.

Vou seguindo... E seguindo, não me iludo:
- Vou, por dever, lutando pela vida,
mas, pouco a pouco, vou morrendo em tudo.

Santos/SP/Brasil

 

 



SEM VOCÊ

Maria Luiza Bonini

Ora, dizer que, sem você, não vivo !
É a grande pretensão de sua parte
Pois só não sei viver sem minha arte
Fazendo de cada verso, o ar que eu respiro

Ora, dizer que, sem você, não mais sorrio!
Se, minha alegria está latente em mim
Pois as bênçãos que recebo são sem fim
Como o mar ao receber um caudaloso rio

Ora, dizer que, sem você, não sonho !
Se, em vigília ou quando estou desperta
Ouço os pássaros a cantar, aqui, tão perto ...

Ora, dizer que, sem você, vivo tristonha!
Se, comemoro a vida, em festa, a cada dia
Com o fervor com que escrevo a minha poesia


São Paulo/Brasil

 

 

SEM SUA PRESENÇA

José Ernesto Ferraresso

Sinto ,
uma força estranha,
no etéreo e no infinito,
que move meu corpo e cérebro
à procura de você.
Analiso com a razão e abandono
a emoção.
Fico dividido entre a vida e fantasias,
nas noites que não estamos juntos.
Tento esquecer de sentir a vida,
desvalorizar as coisas lindas, porque
sua falta não me consente
valorizar o carnal nem esquecer
do espiritual.
Não sei o que fazer sem a sua presença.
Eu me sinto infeliz quando estás ausente.
Não me deixes porque sem você, não
consigo caminhar e nem amar

Por onde você anda?

Serra Negra/SP

 

 

 


SEM TI NADA SOU

Vera Pessoa

Triste carne, ai de mim! Já li os livros todos...
Fugir!... Longe fugir! Sinto as aves a modos
Ébrias de espuma entre este mistério e o céus!
Desde aquele dia tenebroso de dois mil e nove,
Quando teu corpo vivo do meu se apartou,
Nada, nem os jardins espelhados nos meus
Olhos, o coração retém sem que esteja afogado.
Ó noites! Até da lâmpada a ausente claridade
No branco do papel as letras o vazio rejeita.
Meu tédio desolado por esperanças cruéis
Ainda crê nos lenços molhados dos adeus!
Ah, hei de partir ! Tu ao meu lado largarás
As amarras que o prendem à cama hospitalar!
Então, mais esta demanda
Exótica em outra plaga enfrentaremos!

 

 

 


Sem você


Você surgiu na minha vida, assim,
de repente, como um pássaro que busca seu ninho.
Gritando o seu amor por mim, me fez acreditar
que os sonhos seriam possíveis.
Sempre quis encontrar um amor verdadeiro,

Que me amasse por inteiro.
Um amor para toda a vida...
Encontrei você!
Meu coração foi cedendo ao seu carinho,

Encantou-se com seu jeitinho.
Abriu-se em flor minha alma,
ainda molhada das gotas de orvalho, em forma de lágrimas ...
Lágrimas que todas as noites me trazem você.

Nos entregamos sem reservas à esta paixão,
como se já nos conhecêssemos de algum lugar no passado.
Foi tanto amor que nos tornamos um só.
Nos entregamos um ao outro
de uma forma tão intensa e tão definitiva,

Que nem a distância consegue nos separar .
Sei que ainda me amas, posso sentir!
Hoje
Uma saudade intensa do que ainda não vivemos
E que lutamos por não querer .... Mas queremos!

Não aprendi a viver sem você, por isso calo, penso e choro.
Sem você, meu céu não tem estrelas
Minhas noites são vazias,
sem você, sou apenas um arco-íris sem cor.

Neide de Oliveira (Cigana)

 

 

 

Sem Você

Efigênia Coutinho

Eu te chamo segredo do mundo!
Exponho-me aos teus olhos
Aos meus murmúrios suaves,
minha alma ferve de amor!
Exprime cândida ternura.
Um rio transparente murmura
mais sinuoso que todos os destinos!

Só quero teu coração,
nada mais quero!...
D'arte, esperanças me cerceia!
Vendo o éter de pureza
alço meu véu ao futuro!

Tudo sonhei: O amor me
persegue, é sina contigo...
Os arroubos desta alucinante ventura!
O luar... desce cheio de formosura,
sereno , amoroso, vem deitar sua
prata ao mundo inteiro, por corações
que vivem apaixonados!

Que cega divindade!
Que sina de ventura!
Nada se pode comparar
ao amor divino!...
De um bem para sempre sentido!!

Balneário Camboriú

 

 

 


SEM VOCÊ

Paulo Silveira de Ávila

Sem você, não há sol da manhã
que faça matizar as flores
e colorir o cenário de poesias
como o murmúrio de uma fonte
de águas cristalinas.
Sem você, meu olhar indeciso
é uma máscara fria dentro da madrugada,
uma sombra disfarçada que nesta casa,
silente cobre-me com seu manto gélido.
Sem você, meus caminhos se perdem
no emaranhado de vias que conduzem ao coração dorido.
Procuro outros caminhos para encontrá-la,
vejo teu rosto, não mais a face querida de outrora,
mas não devo lamentar o néctar do sonho perdido,
que banha meu olhar com tua luz, anestesiando-o...
Que nos braços do esquecimento, não perceba
o silêncio, não sinta o tédio e não sofra de amor!

 

 

 

Sem Ti...

J.J. Oliveira Gonçalves

Sem ti, ó, ledo Amor da mocidade
O verso me restou sombrio e triste!
Pois, desde o dia aquele em que partiste
Metáfora - teu nome - é de Saudade!

Dentro de mim, ao peito, o que existe
Além de um coração só - e tristonho?
Ah, dentro dele jaz o infausto Sonho
Aquele que - comigo - construíste!

Sem ti, sou um pedaço.. E, tu, o outro...
Que, ao meio, nos cortou o desencontro
O punhal do Destino - esse assassino!

Não me matou, porém, o antigo Amor
Que, orvalhado, ofertei... aberto em flor
O Amor que, em seu Ocaso, ainda é menino!

Porto Alegre, 03 de dezembro/2013. 11h22 - ha

 

 

 

Sem você

José Hamilton da Costa Brito

Sou água cristalina estagnada
Sou flores vistosas e até lindas
Perdidas em qualquer grotão
Sem você, sou nada não...

Sem você não sou sequer um quem
Sem você sou oração sem um amém
Sem você sou um homem cujo amanhã
Não pertence a mim, nem a ninguém

 

 

 

SEM VOCÊ

Regina Coeli

Quase impossível é despir o amor
Que em labaredas vai tomando o ser,
Tão cego e surdo, sem razão pra ver
A erva daninha por detrás da flor.

Uma envolvência (ignorando a dor
Da amarga ausência de um real prazer)
Esconde o feio e aos corações faz ler
Só lindas letras com perfume e cor.

Um dia o Ser, do seu torpor profundo,
Sem ar desperta e, namorando a Vida,
Aspira ao amor de um verdadeiro mundo.

Deixar você é me fazer querida.
É arar o chão e cultivar, bem fundo,
A flor nos tons da minha despedida.

 

 

Sem você...

Cássia Vicente

Uma pergunta que daria um livro: Porquê sem você?!
Uma resposta que daria uma poesia: Melhor assim!
Melhor saber que noites viram dias,
dias se entornam em meses.
meses percorrem anos,
anos recorrem décadas...
Décadas sem você e, nada aconteceu de ruim,
decifro em cada parágrafo: Melhor assim!

 

 

 

Sem você...

Sem você nada mais existe...
Deslumbrei-me em vida
para te ter, querida,
ao meu lado, do teu lado.
Juntos enfim!

Voltei ,depois da poda,
que veio crescente em paralela.
Levando tudo, lavando tudo,
dando-me de novo a vida !

Obrigada, por de novo estar aqui
Escrevendo meus simples versos
que falam de amor
sem o qual ,não posso mais viver!

Sim, Sem Você, digo:
Com você volta a Borboleta na flor
distribuindo todo o seu amor.

Eda Carneiro da Rocha
" Poeta Amor"

 

 

 

Sem você

Nídia Vargas Potsch
( indriso)

Os últimos raios de um sol abrasador
Somem atrás das nuvens acinzentadas
E andorinhas na sua revoada costumeira

De volta aos ninhos onde filhotes esperam.
As árvores balançam galhos longos e pequenos
Ao sabor dos ventos que começam a chegar.

O entardecer anuncia chuva, paz, sensação de leveza...
Por mais profundos os sentimentos, sem você, nada sou!

@Mensageir@

 

 

 

SEM VOCÊ NADA SOU

S em a Luz que criou o Universo nada existirá
E a afinidade atómica, actividade não terá
M uito menos a coesão molecular, surgirá

V ê-se que têm de haver dois seres diferentes
O nde se pretende a vida querer gerar
C abendo a cada um o modo de o encontrar
E assim conseguir os objectivos proponentes

N essa caminhada nunca estamos sozinhos
A parecendo algumas flores em nossos caminhos
D ando origem a frutos por troca de carinhos
A surgirem o amor, ou picadas de espinhos

S aber escolher entre a dor ou a felicidade
O nde no xadrez da vida parece só haver maldade
U m raio de Luz virá e com Fé, vence-se a dificuldade


Virgílio Roque 17 DE Janeiro de 2014

 

 

Sem Você

Sem você sou folha morta
açoitada pela tempestade.
O mundo pára, o frio minh ´alma devora
meu verso morre, não sei viver de saudade.

A boca seca e o rosto molhado
as noites em claro e os dias escuros
A vida sem graça e o tempo não passa.

A inspiração e a vida se esvaem
apenas soluços do meu peito saem.
Tu és a chave mestra deste meu viver
que abre a porta da felicidade
nossas almas vivem este bem-querer
não penso nunca em viver SEM VOCÊ...

Rita Rocha

 

 

 

Sem Você...

Dioni Fernandes Virtuoso

Em que caminhos terá perdido
a direção do nosso ninho?
Estará como estrela,
iluminando o céu de outras bocas
com seus ardentes beijos?
Ah, que vazio você deixou!
Rolo em nosso leito, fervilhando a mente
à procura das respostas que não tenho.
Enrolo-me nas muitas interrogações,
fico sem rumo, perco a paz interior!
Sem você, tudo fica sem graça!
Por onde anda, meu amor?

Registro:Nº:T4734736

 

 

 

SEM VOCÊ!

ZzCouto

...No exílio de mim mesma
sou mais livre, sou mais eu.
Minha cabeça no silêncio pensa
e meu coração bate por mim.

...Minha voz se transforma,
não há o que dizer e nem o que falar.
A mudança se deu com o tempo,
em algum lugar do passado.

...Sou um aposento solitário,
construído de sonhos sem idade,
vazio de passos, sons e ecos.

Sem você o alegre sorriso
se apaga do meu rosto
e entristece meu olhar...

 

 

 

SEM VOCÊ

Sueli do Espírito Santo

Sem você sinto-me no nada
no abismo, triste e calada
sem palavras, sem esperança
apenas um silêncio profundo
e uma dor maior que o mundo
pois foi desfeita a nossa aliança

Sem você, é essa a dor que sinto
que deixa o meu coração aflito
machucado, assim tão ferido
vazio como um jardim sem flor
desencantada sem o teu amor
no tempo ficou todo perdido.

 

 

Edição Mara Pontes

 

:::VOLTAR:::