PARTICIPANTES

1- Osmarosman Aedo
2- Clara da Costa
3- Edilson Xavier de Menezes/ Edmen
4- José Roberto Abib
5- Sonia Nogueira
6- Hamilton Brito
7- Gina Maia
8- Cássia Vicente
9- João Coelho dos Santos
10- Cel (Cecília Carvalho)
11- Maria Tomasia
12- Arianne Evans
13- Paulo Silveira de Ávila
14- Clair Wilhelms
15- Eline Santos
16- José Hilton Rosa
17- Zenaide Giovinazzo
18- Humberto- Poeta
19- Isabel C S Vargas
20- Eugénio de Sá
21- Marinez Stringhetta/Mara poeta
22- There Válio
23- Nelson Fontes Carvalho
24- Maria Olga de Oliveira Lima
25- Vitória Lynn
26- Márcia Larangeira
27- Nilza Stringhetta Rossi
28- Sueli do Espírito Santo
29- Maria Olga de Oliveira Lima
30- Ilze Soares

 

 

 

E AGORA?

Osmarosman Aedo

Voce hoje não veio me ver...
Voce hoje me deixou sem ontem...
Voce hoje esqueceu o meu agora...
Voce hoje já é amanhã...
O que faço com tantos “sem você ?”

 

 

E AGORA?

Clara da Costa

Um dia nos encontramos
Num tempo de ternura.
A semente do amor foi plantada
No enredo de nossos sonhos.

No amor perfumado de hoje,
Nossa história se faz poesia,
Da mais pura melodia.
E agora?...

Não sobram palavras para falar,
De nossos urgentes sentimentos,
De nosso querer à flor da pele...

 

 

AGORA

Edilson Xavier de Menezes/Edmen

Agora, quando o tempo se fez canção,
mostrou-me um belo sentir:
a alvura acetinada de uma linda recordação.
Ao ver o que foste o que fui e o que fomos,
a certeza se fez presente na ausência do que eu buscava,
e o amor mostrou-me o porquê em outra vida, eu tanto te amava.

 

 

E agora...???

José Roberto Abib

Então, bem o vês, chegou o momento,
Precisamos, do amor, melhor saber a respeito,
Incertezas não podem durar um tanto mais,
Todos sabem, indecisão não dá bons frutos,
Por isso o amor e o tempo requerem urgência,
Ambos nos levam a indagar muito a respeito:
E agora o que nos virá, se os sonhos e ideais
Já começaram a rebrilhar, dando bem mais
Chances de acontecer à infinda clareza que
Todos notam, mui bem reside no amor?

 

 

E Agora?

Sonia Nogueira

A noite chegou sem silêncio
Os olhos tristonhos avistaram,
Estrelas brilhantes sorriam,
Caneta e papel se achegaram,

O poema assim registrou:
Que faço sem teu sorriso,
Sem tua mão quente e forte,
Sem teu olhar improviso,

Conquistando meu coração
Indefeso, em minutos, assim,
Em cada alvorada constante
A cada segundo, por fim...

O vento soprou desolado
Senti teu semblante de outrora
Incrédula eu vivi agonia
Sonhos perdidos...e Agora?

 

 

E Agora?
Hamilton Brito

E agora?
fica assim:
você segue o teu caminho
e eu vou aqui pelo meu.
Se nossos caminhos se cruzarem
não precisa mudar de calçada
Só não olhar nos meus olhos
que estarão procurando pelos teus.

 

 

E AGORA...

Gina Maia

Sonhei voos distantes,
mas pássaros vivos
com penas brilhantes
levaram no bico os sonhos,
os tormentos e os
meus sentimentos!

Hoje quando medito
nas franjas do meu querer,
relembro o que fomos
e como doem os afectos.

Com espanto meu,
o sol ainda brilha no poente
e no azul do meu céu,
os pássaros parecem insectos.
E agora ...eu já sou mesmo outra mulher.

 

 

E AGORA?
Cássia Vicente

Sabe que amo você,
que nossos momentos
são únicos e inesquecíveis,
que, cada detalhe não é
condição, é plenitude...

Sabe que nos completamos,
que nos doamos sem preconceitos,
que, nosso amor não tem limites,
as paredes se dissolvem no tempo
e o espaço se multiplica ao infinito...

Por que não fazemos o agora
em todas as oportunidades
de que dispomos? E agora
Será uma boa hora?!

 

 

E AGORA?

João Coelho dos Santos

O outrora não existiu
estupido ficou com olhar de fera atenta
com enorme serenidade
no enfeitiçado caos criativo
viajou ao passado
com oculto entusiasmo e sonhou
sonho louco cratera de extinto vulcão
E agora?

 

 

E Agora?

Cel (Cecilia Carvalho)

“Labirintos da Alma”

Muitos dias se passaram,
Noites a fio sozinha em meu quarto,
Manhãs sem sol, me dói o frio,
Nada mais me espera lá fora,
Apenas a certeza que estou só,
voce foi parte do meu passado ,
Apenas isso...

 

 

E Agora?

Maria Tomasia

Pensei nunca mais amar,
depois de tantas decepções.
Mas, naquele simples olhar,
esqueci-me das pretensões;
resolvi abrir meu coração
e deixar-te nele entrar.
Sinto-me feliz desde então.

E agora só não quero ficar.
Minha vida a ti dedicarei.
Desse sonho não quero acordar,
de mãos dadas pela vida te seguirei.
Ate o fim dos nossos dias
juntos, viveremos esse amor
e teremos de novo muitas alegrias.

 

 

E Agora?

Arianne Evans

Eu sou um alguém que sonha
porque já fui realidade...
Hoje me acho em fantasias,
em amores inventados em poesias,
navego mares de lágrimas,
flutuo brisas de risos,
busco montar-me em palavras
que em dicionários não existem...
Às vezes penso que ao olhar-me
no espelho, nada mais encontrarei...
E agora?

 

 

E AGORA?

Paulo Silveira de Ávila

Sou o fio do sonho,
perdito em ti.
Sou o comum do abstrato
distante do teu próprio.
E gora,
Sou a espera da volta,
desencontrada de ti.

 

 

E AGORA...

Clair Wilhelms

É bem assim, e agora...
A primeira impressão é a que fica
Mas de repente o agora,
Pode se tornar por quê?

O ontem passa a ser passado,
O amanhã o que importa
Ele ainda está por vir,
Mas o hoje, ele está aqui

É ele o agora, o agora da solução
Do querer, da verdade, do amor,
Simplesmente, do AGORA...

 

 

E AGORA?

Eline Santos

Que estou envolvida, tomada por teus sonhos,
Enlaçada, seguindo de longe teus caminhos
Vivendo teus pensares?
E assim sigo esperançada...
Vivendo luares, tangida pelo sentido do amor,
Que hora vive em mim.
E agora?
Me fiz fada nas tuas noites insones...
Te dando o meu calor.
Depois, sumiste e meu coração,
Quedou, cheio de dor!
E agora?
Será, que não existe mais amor?

 

 

E Agora?
José Hilton Rosa

É novembro
Azul por consideração
Orgulho de montão
Celeste é o dom
Coberto com a cor
Esbelto pela paixão
Escondendo com o coração
Cor de muita vaidade
Brilho nos olhos apaixonantes
Criando suspiros
Azul que o tenho nos olhos
Com seu médico seu orgulho não vigora
Continua sendo amado pela sua senhora
E agora?

 

 

E AGORA?
Zenaide Giovinazzo

E agora, amor?
A vida perde o sentido.
Pássaros tristonhos,
flores sem cores,
boca sem beijo,
música sem som...
O Universo se calou.
Você foi embora,
o sonho acabou!...

SPaulo/Novembro/2015

 

 

AGORA...

Humberto Rodrigues Neto

Agora que o meu sonho está desfeito,
e enfim sepultos os meus ideais;
agora que, ao invés de madrigais,
choram dobres de réquiens no meu peito;

agora que me foge até o direito
de imaginar-te em sonhos irreais;
agora que ilusões não me vêm mais
ao coração magoado e insatisfeito;

que eu siga só, o meu trágico caminho,
onde da sorte a aguda e acerba foice
ceifou-me as dádivas do teu carinho;

que por ti meu coração não mais baloice...
ah... deixa-me esquecer-te, aqui sozinho,
soprando o pó de um grande amor que foi-se!

 

 

 E agora?

Isabel C S Vargas

O que farei de minha vida,
Sem esta pessoa maravilhosa
Que sempre me demonstrava
Todo seu amor...

Era meu amor maior
Companheiro inigualável,
Sem o qual não sei viver.
Foi a razão de viver no passado.
Hoje é , apenas, saudade!

 

 

E Agora?

Eugénio de Sá

Agora, meu amor, que estraçalhaste
os restos de coerência que índa tinha
fazes de mim o pária que inventaste;
um ébrio que nem vê onde caminha

 

 

E AGORA?

Marinez Stringuetta/Mara poeta

O que fazer
Se o agora
Chegou fora de hora
Você já foi embora
Alma sozinha chora

O que fazer
Se o seu tempo
No passado, mora
Ações versus emoções
Embaladas pelo vento
Fogem do contratempo.

 

 

E AGORA?

There Válio

Éramos apaixonados,
Nosso amor era tão lindo
Que parecia um sonho...
Que nunca iria acabar.
Mas de repente você mudou,
Indiferente ao nosso amor ficou,
E meu coração em prantos deixou.
E agora? Que eu faço para vencer essa dor...
Que em meu coração adentrou!

 

 

E AGORA
Nelson Fontes Carvalho

Ó coração E AGORA,
que vamos fazer ao amor?...
já não se pode pôr fora,
é hospede, é um senhor!

Por te beijar contra o peito,
eu sei, abusei E AGORA?
inda não estou satisfeito,
o resto vem sem demora!

Beijos! Caricias! E AGORA?
só te imploro por favor,
o que fizeste nesta hora,
repete na cama com amor!

 

 

E AGORA?
Maria Olga de Oliveira Lima

O que farei de meu passado
De puras delícias?
Ternos encontros, apontando para mim
Um futuro promissor...
E agora o que farei de meus versos
E meus sonhos, meu amor?...

Um dia, encheste-me
De juras e promessas...
Colocaste-me às alturas...
Puseste-me num altar!...

E agora, depois de tantas declarações
E quanta ternura, como acreditar?...
Como aceitar,
Que deixaste de me amar???

 

 

E Agora
Vitória Lynn

É fato que o agora
nunca deixa de habitar
em nosso presente, como também
em algumas situações difíceis
de nossas vidas.
Somos completamente dominados
pela tristeza e pelo desespero,
então, algumas vezes nos perguntamos:
E agora? O que devemos fazer?
A resposta muitas vezes pode estar
em simples palavras:
Devemos expulsar de nossas vidas
esta mala repleta de sentimentos negativos
que insistimos em carregar conosco, porém
devemos dar lugar a uma nova mala
que seja repleta de alegria
e felicidade, pois estes são sentimentos
mais que positivos, quais, certamente,
nos trarão ótimos resultados para que no futuro,
saibamos guardá-los eternamente em nossos corações!

 

 

E Agora?
Márcia Larangeira

Depois de um último aceno
e um beijo soprado aos ventos
quando a ave alçar seu voo,
levando consigo o lamento
de um coração já cansado de suas tentativas,
deixou-me vencer pelo cansaço...
E agora? Estou indo embora...
E quem mais vai chorar este adeus, senão eu?
talvez...quem sabe um dia...aquele que me perdeu...

 

 

E AGORA?

Nilza Stringhetta Rossi

A noite é quente
Chuvisca lá fora
Cessou o vendaval
Você nem aí
E agora?

Vou botar pra quebrar
Dançar até o sol raiar
Num raio de longa distância
Sem pensamento de volta
Nem revolta
Só namorar sem demora
Um outro em seu lugar!

 

 

E Agora?

Sueli do Espírito Santo

Desde a tua partida
Não sei como levar a vida
Na saudade vivo perdida
No coração só a lembrança
E sem a esperança
Nada mais me interessa
E agora? Como saio dessa?

 

 

E AGORA?
Maria Olga de Oliveira Lima

O que faço das minhas lembranças
Construídas desde minha infância
Ao teu lado???
O que faço de meu sonhos??
Tu bem sabes:
Vivi apenas para ti.
Alimentei a minha vida
Em cima desse futuro,
Que não chegou.
Hoje desabo em pranto.
Meu castelo desmoronou.
O que construir agora,
Se fostes para sempre embora?
E em mim tudo é caco
E desencanto???

 

 

E Agora?
Ilze Soares

Você partiu, arrebentou meu coração
Tirou o meu chão....
Fiquei sem passado e sem futuro,
Apenas um presente cinzento
E muito doloroso....
E agora...Como será o meu porvir?
Voltarei um dia a sorrir?
Tenho certeza que sim.
Na vida, tudo passa,
O que é bom e o que é ruim.
Isso também passará!

 

 

Arte Eliana Ferraresi

Adaptado por Mara Pontes

 

:::VOLTAR:::