Participantes

 

1- Maria de Fátima Delfina de Moraes
2- Clara da Costa
3- Orlando Caetano
4- Edilson Xavier de Menezes/Edmen
5- Sonia Nogueira
6- There Válio
7- José Ernesto Ferraresso
8- Nídia Vargas Potsch
9- João Coelho dos Santos
10- Cássia Vicente
11- Gina Maia
12- ZzCouto
13- Yna Beta
14- Glória Tabet Marson
15- Osmarosman Aedo
16- Humberto-Poeta
17- José Hilton Rosa
18- Isabel C S Vargas
19 - Paulo Silveira de Ávila
20- Cida Micossi
21- HildaRosa
22- Eline Santos
23- José Hilton Rosa
24- Suzete Palitos
25- Maria Olga de Oliveira Lima
26- Zenaide Giovinazzo

 

 

 

DELÍRIO

Calou-se a paixão
nos beijos em que te provei;
delírio dos amantes...

Maria de Fátima Delfina de Moraes

 

 

DELÍRIO

Desejos afloram , fecho os olhos
sinto tua boca na minha, deliro
nesse intenso momento de amor e paixão.

Clara da Costa

 

 

DELÍRIO

No teu lugar vazio à minha frente
vejo-te, beijo-te e em teu colo
me aninho delirantemente

Orlando Caetano

 

 

Delírio

O amor quando florou,
o coração delirou
e cheio de ternura,
mostrou do que é capaz.

Edilson Xavier de Menezes/Edmen

 

 

Delírio

Foi delírio o nosso amor
Não se firmou um só momento
Viajou, não mais voltou...

Sonia Nogueira

 

 

DELÍRIO

Ansiosamente te espero...
essa paixão me alucina,
delírio por teus beijos.

There Válio

 

 

DELÍRIO

Na sua demência o poeta
revela a sua insanidade
e pede clemência pela verdade.

José Ernesto Ferraresso

 

 

DELÍRIO

Gotejar dos suores
Ardência da paixão
Utópico sonhar...

@Mensageir@
Nídia Vargas Potsch

 

 

DELÍRIO

De lírio, lilás e perfumado, na mão,
Viu voarem folhas do destino
E ondas a empurrarem ondas.
Sentiu o fugidio espírito da vida
E o erguer de energias prostradas.
Estaria em delírio?

João Coelho dos Santos

 

 

DELÍRIO

Delírio...?
asfalto quente,
dois corpos se encontram,
três identidades roubadas...Paixão.

Cássia Vicente

 

 

DELÍRIO

Seria um delírio se o beijo contido
me fosse roubado...!
Num sonho amoroso,nós dois em quarto privado.

Gina Maia

 

 

DELÍRIO

Seguindo minha intuição essência,
doce beijo em delírio que dei
era semelhante ao amor que acreditei!

ZzCouto

 

 

Delírio

Abraços, beijos, nossos corpos inflamam
a mente anseia um insano desejo num delírio
de paixão...

Yna Beta

 

 

Delírio

Perdida, completamente,
entre o amor e o contra-senso,
esta paixão me alucina.

Glória Tabet Marson

 

 

DELÍRIO

Faço-me teu, então
abraço-te clamando tua alma;
ascende minha chama...

Osmarosman Aedo, IWA
Poeta del Mundo

 

 

DELÍRIO

Como é bom ver os refolhos
do luar diluindo prata
no cintilar dos teus olhos!

Humberto – Poeta

 

 

Delírio

Após o dia às vezes sonhamos
Na noite perdemos o sono.
Quero apenas um carinho.
Um beijo sem julgamento.
Uma entrega
Sentir o delírio com seu corpo maduro.
Amor e paixão com liberdade para amar.

José Hilton Rosa

 

 

Delírio

Mistura de sonho e realidade
Eu protagonista
Escolhi viver o sonho.

Isabel C S Vargas

 

 

DELÍRIO

Eu perdi meu coração
nas curvas delineadas
do teu corpo e curti
o delírio de avassaladora
e cruel paixão

Paulo Silveira de Ávila

 

 

DELÍRIO

Nos delírios de nossos encontros
A loucura e a doação-
Suporte da paixão.

Cida Micossi

 

 

DELÍRIO

um cheiro gostoso,
de mar, de suor, em delirio
só você.

HildaRosa

 

 

DELÍRIO

Não pedes licença,chegas tão manso,
Fita-me com avidez do desejo,
Acaricia meu corpo com teu profundo olhar
E toca minha alma com sofreguidão,
Meu desejo em teus braços enaltece,
Como se fosse o delírio do nosso amor primeiro

Eline Santos

 

 

Delírio

Após o dia às vezes sonhamos
Na noite perdemos o sono
Quero apenas um carinho
Um beijo sem julgamento
Uma entrega
Sentir o delírio com seu corpo maduro
Amor e paixão com liberdade para amar

José Hilton Rosa

 

 

Delírio

Tua boca queima
Tuas mãos desenham
E em delírio sou tua.

Suzete Palitos

 

 

DELÍRIO

Aveludada a pele.
Desejos me impelem... Nada me impede
Olhos se fecham. O delírio nos abraça.

Maria Olga de Oliveira Lima

 

 

DELÍRIO

Tuas mãos pelo meu corpo!
Teu malicioso sorriso
é a senha para o Paraíso...

Zenaide Giovinazzo

 

 

 

:::VOLTAR:::